ÁREAS DE ATUAÇÃO
Societário
Fusões e Aquisições
Investimentos Estrangeiros
Imobiliário
Soluções de Controvérsias
Família e Sucessões
Compliance no Combate à Lavagem de Dinheiro nos Negócios
Mercado de Capitais
Contratos
Tributário
Financiamentos Estruturados
Antitruste
Telecomunicações
Trabalhista
Notícias
TJDFT habilita casal de franceses para adoção de três irmãos « Ver Todas
O Tribunal de Justiça do Distrito Federal, por meio da Comissão Distrital Judiciária de Adoção – CDJA, deferiu por unanimidade o pedido de habilitação de um casal de franceses para adotar três irmãos brasilienses. O julgamento ocorreu em sessão realizada na última quinta-feira, 22/1, na Vara da Infância e da Juventude do DF – VIJ/DF, com a presença do Corregedor da Justiça do Distrito Federal e dos Territórios e Presidente da CDJA, desembargador Romeu Gonzaga Neiva, e do juiz titular da VIJ, Renato Rodovalho Scussel, além dos demais membros da Comissão.
O casal virá da França para cumprir a obrigatoriedade do estágio de convivência de um mês no Brasil com as crianças – um casal de gêmeos de 9 anos e um menino de 8 anos. Os irmãos foram cadastrados para adoção internacional porque nenhuma família brasileira habilitada manifestou interesse em acolhê-los. A CDJA que pertence a estrutura da Vara de Infancia e Juventude do DF realiza a habilitação somente quando há criança com perfil compatível ao desejado pela família vinculada a um organismo internacional, a fim de se evitar falsas expectativas de adoção.
Ao final da sessão de julgamento, a secretária executiva da CDJA, Thaís Botelho, apresentou estatística das adoções internacionais do ano de 2014 e um relato com fotos das visitas que fez, em recente viagem à Itália, às famílias que adotaram crianças por meio da CDJA. Thaís compartilhou sua experiência de imersão na cultura italiana durante o período de um mês e mostrou os frutos do trabalho realizado pela Comissão nos casos de adoções por italianos.
A secretária falou também do trabalho do grupo de voluntários que auxiliam os adotantes durante a estada no Brasil e destacou o encontro que foi realizado para reunir as famílias na Itália. Segundo Thaís, os adotados tiveram muitos assuntos para conversar, uma vez que viveram na mesma instituição de acolhimento no Distrito Federal. Ela também ressaltou que as crianças e adolescentes estão todos felizes e bem adaptados à nova vida na Itália. “Alguns nem têm mais fluência na língua portuguesa”, conta.
Após a apresentação, o juiz da VIJ e o presidente da CDJA parabenizaram as equipes pelo trabalho realizado. “Os casos estão todos encaminhados, o que demonstra a eficácia e a validade da adoção internacional”, afirmou Scussel. Ainda segundo o juiz da VIJ, o relato do sucesso das adoções mostra que, apesar das dificuldades e dos trâmites processuais, sempre há esperança de se conseguir uma família para as crianças que aguardam adoção no DF.
http://www.tjdft.jus.br/institucional/imprensa/noticias/2015/janeiro/cdja-df-habilita-casal-de-franceses-para-adocao-de-tres-irmaos
NOTÍCIAS
27/08/2018
TJSC: Cotidiano de discussões e brigas retira duas crianças do poder familiar negligente


23/08/2018
TST: Cancelamento de contratação resulta em indenização a candidato a emprego


23/08/2018
TJES: Homem é condenado a se retratar em rede social após acusar empresário de ser mau pagador


23/08/2018
STJ: Dissolução superveniente da pessoa jurídica autora não impede prosseguimento de ação


Rua Augusta, 1819 - 24º andar - CEP 01413-000 - Tel: (11) 3372-1300 Fax: (11) 3372-1301 - São Paulo SP / Brasil
Criação de Site: R2Labs
Twitter LinkedIn Facebook Orkut Digg Del.icio.us Facebook Twitter